terça-feira, 31 de maio de 2011

Os 108 nomes de Lord Hanuman

Monografia Pública de IOK-BR – adaptado
O Mantra de Hanuman é um dos mais importantes do Hinduísmo para aplicação prática no dia-a-dia, principalmente por ser considerado invencível e derrotar todos os obstáculos e adversidades, triunfando física e espiritualmente sobre as inquietações que tanto atribulam e atormentam a vida das pessoas.
om namo hanumate bhaya bhanjanaaya sukham kuru fut swaahaa
Segundo o Ramayana, Hanumam se manifestou como um vanara (símio-humanóide), ministro do rei dos Vanaras, tendo sido um dos grandes heróis dessa saga épica. Foi o responsável pela localização do cativeiro de Sita em Lanka, pelo incêndio da cidade e pela aniquilação de diversos importantes raxasas da tribo de Ravana. O Ramayana não é o único texto da literatura Védica que menciona Hanuman.
“Hanuman Chalisa” e o “Mahabharata” também o fazem. Segundo os textos sagrados, em Sanscrito, Hanuman é o filho do Deus do Vento (Vayu),e um Avatar (manifestação terrena) de Shiva, cuja tarefa é auxiliar o rei Ramachandra a derrotar o Demônio Ravana. Hanuman também é chamado de Anjaneya, em alusão à Vanari Anjana, que é sua mãe. Um dos principais cultos a Hanuman consiste na entoação dos 40 choupais (versículos sikh). Hanuman é conhecido por 108 nomes, que devem ser pronunciados sempre precedidos do som vocálico Om (Aum):
OM Hanumatay Namaha
OM Shree Pradaayay Namaha
OM Vaaya Putraaya Namaha
OM Rudraayay Namaha
OM Ana-Gaayay Namaha
OM Aja-Raayay Namaha
OM Amrit-Yavay Namaha
OM Maarutaat-Majaayay Namaha
OM Vira-Viraayay Namaha
OM Grama-VaaSaayay Namaha
OM Janash-Radaayay Namaha
OM Dhana-Daayay Namaha
OM Akaa-YaaYay Namaha
OM Virayay Namaha
OM Nidhi-Patayay Namaha
OM Munayay Namaha
OM Vaag-Minay Namaha
OM Pingaak-Shaayay Namaha
OM Vara-Daayay Namaha
OM Sita Shoka-Vinaasha-Naayay Namaha
OM Rakta Vaasasay Namaha
OM Shivaayay Namaha
OM Shar-Vaayay Namaha
OM Paraayay Namaha
OM Avyak-Taayay Namaha
OM Vyakta-Avyak-Tayay Namaha
OM Rasaa-DhaRaayay Namaha
OM Ping-Keshaayay Namaha
OM Pinga-Romanay Namaha
OM Shruti-Gamyaayay Namaha
OM Sana-Tanaaya Namaha
OM Anaa-Daayay Namaha
OM Bhagawatay Namaha
OM Devaayay Namaha
OM Vishwa-Haytavay Namaha
OM Niraa-Shra-yaayay Namaha
OM Aarogya-Kartray Namaha
OM Vish-Vesh-aayay Namaha
OM Vishva-Naayak-aayay Namaha
OM Harish-Waraayay Namaha
OM Bhar-Gaayay Namaha
OM Raam-Aayay Namaha
OM Raam-Bhaktaayay Namaha
OM Kalyaa-Naayay Namaha
OM Prakriti-Sthiraaya Namaha
OM Vishvam Bharaayay Namaha
OM Vishva-Murtaaya Namaha
OM Vishva-Kaar-aayay Namaha
OM Visha-Daayay Namaha
OM Vishva-Aatmanaay Namaha
OM Vishva Sevayaay Namaha
OM Vish-Vaaya Namaha
OM Visva Haraaya Namaha
OM Rav-Vayay Namaha
OM Vishva-Chesha-Laayay Namaha
OM Vishvaa-Gamyaayay Namaha
OM Vishvaa-Dhyayaayay Namaha
OM Kalaa-Dharaayay Namaha
OM Plavang-Gamayay Namaha
OM Kapish-Shestray Namaha
OM Vidyaayay Namaha
OM Jyesh-Taayay Namaha
OM Tatvaayay Namaha
OM Baalaayay NamahaBaa
OM Vrid-Dhyayay Namaha
OM Yunay Namaha
OM Vanay-Charaayay Namaha
OM Tatvagam-Yaayay Namaha
OM Sakhyay Namaha
OM Ajaayay Namaha
OM Anjani-Sunavay Namaha
OM Avaya-Graayay Namaha
OM Graama Swantaayay Namaha
OM Dharaa-Dharaayay Namaha
OM Bhur-Lokaayay Namaha
OM Bhuvar-Lokaayay Namaha
OM Swar-Lokaayay Namaha
OM Mahaa Lokaayay Namaha
OM Jana Lokaayay Namaha
OM Tapa-say Namaha
OM Avyaaya Namaha
OM Satyaayay Namaha
OM Omkar-Jamyaayay Namaha
OM Praana-Vaayay Namaha
OM Vyaapa-Kaayay Namaha
OM Ama-Laayay Namaha
OM ShivaDharam, Pratish-taatray Namaha
OM Ramesh-Taatray Namaha
OM Phaalgun-Priyaayay Namaha
OM Gospadi-krita, Vaarish-aayay Namaha
OM Purna Kamaayay Namaha
OM Dharaa-Dhipaayay Namaha
OM Raaksho-Dhanaayay Namaha
OM Pandari-Kaakshaayaya Namaha
OM Sharanaagata-Vatsalaayay Namaha
OM Jaanaki-Praandaatray Namaha
OM Raksha-Praana, Haarakaayay Namaha
OM Purnaayay Namaha
OM Satyaayay Namaha
OM Pita-Vaasasay Namaha
OM Divaakara, Sama-Prabhaayay Namaha
OM Drona Hartray Namaha
OM Shakti Naytaayay Namaha
OM Shakti Raakshasaa, Maara-kaayay Namaha
OM Raamdoo-Taayay Namaha
OM Krish-Naayay Namaha
OM Devay-So Namaha
OM Rudra-Kar-Maayay Namo Namaha
Quando o rei-macaco Sugriva é expulso do reino de Kishkind pelo seu irmão Vali, Hanuman ajuda Sugriva a se esconder e eventualmente derrotar Vali,com a ajuda de Rama e Lakshmana. Em troca da ajuda dos dois príncipes, Sugriva deveria ajudá-los a resgatar Sita Devi, então prisioneira de Ravana. Porém, Sugriva esquece-se de sua promessa, mas Hanuman ajuda Lakshmana a convencê-lo a lutar ao lado de Rama. Na guerra, Hanuman exibe poderes (sidhis), podendo voar e mudar de tamanho. No decorrer da batalha, Rama e Lakshmana são aprisionados por Ahiravana, um tio de Ravana. Para resgatá-los, Hanuman enfrenta o Raxasa (ser demoníaco), o qual só pode ser derrotado se cinco fogueiras forem apagadas simultaneamente. Para conseguir isto, Hanuman assume uma forma de cinco cabeças:

Shri Hanuman, a sua cabeça de macaco normal
Shri Garuda, a cabeça de águia. Alusão à montaria de Vishnu
Shri Varaha, a cabeça de javali. Representa a terceira encarnação de Vishnu.
Shri Narasimha, a cabeça de leão. Representa a quarta encarnação de Vishnu
Shri Hayagriva, a cabeça de cavalo. Representa outro Avatar.


Om Sri Hanumate Namah!

Sri Hanuman é adorado por sobre toda a Índia, tanto só como junto com Rama. Cada templo de Sri Rama tem a Murti ou ídolo de Sri Hanuman. Hanumam foi um Avatara do Senhor Siva. Ele nasceu do Deus do vento e de Anjani Devi. Ele é também chamado pelos nomens de Pavanasuta, Marutsuta, Mahavira, Bajrangabali, e Pavankumar.
Hanumam foi o poder vivente de Sri Rama. Ele foi um ideal trabalhador abnegado, um verdadeiro Karmam-yogi, que trabalhava desinteressadamente. Ele foi um grande devoto e um excepcional Brahmachari ou celibatário. Ele serviu Sri Rama com amor puro e devoção, sem esperar nenhum fruto de resultado. Ele viveu apenas para servir Sri Rama. Ele foi humilde, bravo e sábio. Ele possuía todas as virtudes divinas. Ele fez o que os outros não fizeram; ele cruzou o oceano simplesmente para expressar Sri Rama, queimar o rei demônio da cidade de Lanka, e trazer a erva sagrada para salvar a vida de Lakshmana. Ele trouxe Sri Rama e Lakshmana do mundo inferior após matar Ahiravana.
Hanumam possuía devoção, conhecimento, espírito de serviço abnegado, poder de celibato, e livre de desejo. Ele jamais gabou-se da sua bravura e inteligência. Ele disse para o demônio Ravana: “Eu sou um humilde mensageiro de Sri Rama. Eu vim aqui para servir Sri Rama, para fazer o Seu trabalho. Eu vim aqui pelas ordens de Sri Rama. Eu sou destemido pelas graça de Sri Rama. Eu não tenho medo da morte. Eu dou boas vindas a ela se vier enquanto estiver servindo a Sri Rama”. Veja como Hanuman foi humilde! Ele tinha profunda devoção por Sri Rama! Ela jamis disse: “Eu sou o bravo Hanuman. Eu posso fazer tudo e qualquer coisa”. Sri Rama pessoalmente disse para Sri Hanuman : “Eu estou muito agradecido a voce, óh magnifico herói. Você fez maravilhas, coisas super humanas. Você nunca quis qualquer coisa em retorno. Sugriva teve seu reino devolvido para ele. Angaba foi coroado principe. Vibhishana tornou-se rei de Lanka. Mas voce nao pediu qualquer coisa em nenhum tempo. Você tirou a preciosa guirlanda de perolas dada a você por Sita. Como posso eu pagar Meus débitos com a sua gratidão? Eu irei sempre ficar profundamente agradecido a você. Eu entrego a você a bênção da vida eterna. Todos irão honrar e adorar a você como a Mim mesmo. Seus ídolos irão ser colocados nas portas de Meus templos, e você será adorado e honrado primeiro. Sempre que Minhas histórias forem recitadas ou as glórias cantadas, sua gloria será cantada antes de Mim. Você será capaz de fazer qualquer coisa, mesmo o que Eu não for capaz de fazer!”.
Deste modo Sri Rama glorificou Hanunam quando ele retornou após encontrar Sita em Lanka. Hanuman não exaltou-se nem um pouco. Ele prestou reverências aos pés de Sri Rama.
Sri Rama perguntou para ele: “’Oh magnífico herói, como você cruzou o oceano?”, Hanuman humildemente respondeu: “Por Sua graca, meu Senhor”. Que profunda humildade Hanuman encorporou?
Muitos querem riqueza em retorno pelos seus serviços. Alguns não querem riqueza, mas eles não podem resistir ao nome e a fama. Outros não querem nada disso, mas querem aprovação. Apesar de outros não quererem nada, eles ostentam seus feitos. Mas Hanuman estava acima de tudo isso. Isso é o por que ele é reconhecido como um Karma-Yogi ideal, e um insuperável adepto de Bhakti. Sua vida está cheia de lições , objetivas. Cada um deverá seguir o melhor possível o nobre exemplo de Hanuman.
Seu aniversário cai no dia de Chaitra Shukla Purnima, o dia de lua cheia em Março-Abril. Neste dia sagrado é feita a adoração de Sri Hanuman. Deve-se jejuar neste dia. Leia o Sri Hanuman Chalisa. Passe todo o dia fazendo Japa de Sri Ram. Hanuman ficará altamente satisfeito e irá abençoar você com sucesso em todas as suas tarefas.

Glórias a Hanuman! Glórias ao seu Senhor, Sri Rama!

Nenhum comentário:

Postar um comentário